Sweet and Sour

Diálogo de “Sweet and Sour” + Perguntas na negativa

Aprenda coreano com um diálogo do filme coreano na Netflix, "Sweet and Sour". Tenho certeza que você vai gostar!

Hoje vamos explicar um diálogo de “Sweet and Sour”, disponível na Netflix. Assista ao vídeo abaixo para ver a explicação completa da cena escolhida primeiro, e em seguida vou detalhar algo importante que não foi explicado no vídeo.

장혁: 와, 주차하는데 사람 진짜 많았어. (Uau, tinha muita gente estacionando.)

다은: 이거 어때? (Que tal isso?)

장혁: 어, 이쁜데?  (Oh, é bonito)

다은: 뭐가 더 잘 어울려? (Qual combina mais?)

장혁: 이거. (Esse)

다은: 이거? 이게 더 이쁘지 않아? (Esse? Mas esse não é mais bonito?)

장혁: 이거 사. 사람 왜 이렇게 많아? 아, 진짜. 아, 배고파. (Compra esse. Por que tem tanta gente assim? Te contar, viu… Ah, que fome.)

다은: 가자. (Vamos)

장혁: 안 사? (Não vai comprar?)

다은: 응. (É…)

장혁: 아, 너무 힘들어. 일이 너무 많아서 다 끝내지도 못했네, 아… (Ah, que canseira. Tinha muito trabalho, não consegui nem terminar, ah…)

상인: 마카롱 한번 드셔 보시고 가세요. 그냥 드셔도 돼요, 걔는 딸기고요. (Experimente um macaroon! Pode só comer. Esse é de morango.)

장혁: 아이, 안 먹어. 나 단 거 싫어하잖아. (Ai, não vou comer. Eu não gosto de doce, ué.)

상인: 아, 얘는 녹차고요. 얘는 블루베리인데 오늘 만들어서 되게 맛있어요. (Ah, esse é de chá verde. Esse é de blueberry, foi feito hoje, então está muito gostoso mesmo.)

다은: 다음에 다시 올게요. (Depois eu volto.)

장혁: 살 거 샀으면 가자. 피곤해. (Se já comprou o que tinha que comprar, vamos. Tô cansado.)

다은: 없어, 가자. (Não tenho, vamos).

Respondendo a perguntas na negativa

Uma parte que não explicamos no vídeo (e que pode gerar confusão), é quando Hyuk pergunta “안 사?” (Não vai comprar?) e Da-eun responde “응”.

A palavra 응 significa “sim” em coreano. É a mesma coisa que 네, só que 네 é formal e respeitoso, enquanto 응 é informal, e pode ser desrespeitoso se você usar com pessoas mais velhas ou desconhecidas.

Pois bem, no vídeo vemos que Da-eun não compra o macaroon, mas responde “sim” quando ele pergunta se ela não vai comprar. Aqui temos uma diferença marcante entre o coreano e o português. Em português, se alguém te faz uma pergunta em que a resposta é sim ou não, não interessa se a pergunta é na negativa ou não, sua resposta vai sempre se referir àquilo que você quer responder.

Digamos que você não gosta de sorvete (se é que essa pessoa existe). Em português, sua resposta vai ser sempre a mesma:

– Você gosta de sorvete? – NÃO. (eu não gosto de sorvete)

– Você NÃO gosta de sorvete? – NÃO. (eu não gosto de sorvete)

Agora veja como fica essa mesma resposta em coreano:

– 아이스크림 좋아해? – 아니 (아이스크림 안 좋아해)

– 아이스크림 좋아해? – (아이스크림 안 좋아해)

Viu a diferença? Em coreano, a gente responde a uma pergunta na negativa concordando ou discordando da pergunta. Então se você concorda da negativa, sua resposta é negativa (não gosto de sorvete). Mas se você discorda da negativa, então sua resposta é afirmativa (gosto de sorvete), assim:

– 아이스크림 좋아해? – 아니 (아이스크림 좋아해)

Na verdade, em português também até temos um recurso parecido, mas não usamos a palavra “sim”. Podemos usar “é”, por exemplo. Se seu vizinho diz no elevador “Hoje o tempo não está bom…” você pode responder dizendo “É…”, não é mesmo? Ou seja, você está concordando com a negativa dele.

E me dei conta agora que o exemplo que usei do sorvete foi meu subconsciente trazendo exatamente essa conversa que tive com meu colega de quarto coreano, nos meus primeiros meses na Coreia, lá em 2008.

Ele queria comprar um sorvete pra mim, mas ficamos numa conversa de maluco uns 5 minutos até ficar claro que eu gostava de sorvete. Tudo por que ele me fez a pergunta na negativa e eu respondi com um “sim”. E em seguida ele fez cara de espanto, perguntando por que eu não gostava… “Mas eu gosto!” “Mas você disse que não gosta…”

E você, o que achou desse diálogo explicado? Tem alguma cena de drama ou filme que você gostaria de ver explicada aqui? Conta pra gente! 🙂

Deixar uma resposta

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.