A origem de 15 sobrenomes coreanos diferentes

O seu sobrenome é bem comum, ou é diferente da maioria das pessoas? Já reparou que existem vários Kim, Park e Lee nas partidas de futebol, nos jogos de vôlei coreanos, entre tantos outros esportes? Às vezes, até os comentaristas parecem ficar perdidos. É que Kim, Park e Lee são sobrenomes coreanos, e eles realmente são bem populares. É como se fossem um Silva, Santos, Souza, Oliveira, Ferreira aqui no Brasil.

Que tal receber e-mails semanais sobre bolsas de estudo na Coreia?

Mas é claro que esses não são os únicos sobrenomes na Coreia. Você sabia que existem mais de 200 sobrenomes coreanos diferentes? Há sobrenomes coreanos que são bem únicos, raros e interessantes. Cada família coreana vem de um clã, 본관 [pongoán], onde possuem o mesmo ancestral paterno. A propósito, sobrenome em coreano é 성씨 [sónshi].

Uma curiosidade é que, diferente dos brasileiros que recebem os sobrenomes do pai e da mãe, na Coreia, os filhos recebem apenas o sobrenome do pai. Aliás, o sobrenome da mulher não muda após o casamento; ela continua com o sobrenome paterno que recebeu em seu nascimento.

Será que você consegue adivinhar qual é o sobrenome mais raro nesta lista que preparamos?

희귀한 한국의 성씨 목록 – Lista de sobrenomes coreanos raros

15. Heo ()

sobrenome

Rainha Heo Hwang-o

De acordo com os dados do KOSIS (국가통계포털), Portal Nacional de Estatísticas da Coreia, em 2015, aproximadamente 326.782 pessoas foram registradas com o sobrenome [ró]. Seu hanja, caractere chinês, é 許, e sua ancestralidade remonta à rainha Heo Hwang-ok, esposa do rei Kim Suro, do Reino de Gaya, que fazia parte dos Três Reinos da Coreia. 

Peraí, mas o sobrenome não vem só do lado paterno? Como assim esse veio de uma mulher? A rainha Heo Hwang-ok teve dez filhos, e dois deles mantiveram o nome da mãe, a pedido da própria rainha. Sendo assim, o clã Heo é considerado parente distante dos Kims, que vieram dos outros filhos do rei Kim Suro. O sobrenome é encontrado nas duas Coreias.

14. Byeon ()

Sobrenome coreano Byeon

Byeon Woo Seok

Do hanja (卞氏), o sobrenome [pión] tem origem chinesa, localizada na atual província de Wecheon. Sim, este é um sobrenome chinês e coreano. “”, que era uma cidade, foi adotado como sobrenome por Suk Jin-tak, sexto filho do Rei Mun, da dinastia Zhou, após receber a cidade como feudo. Segundo dados do censo de 2015, aproximadamente 138.802 coreanos foram registrados com esse sobrenome.

13. Cheon () 

Sobrenome coreano Cheon

Chun Woo-hee

Em algumas romanizações, pode ser escrito também como Chun, Chon ou Choun. O sobrenome [tchón] é oriundo da China, mais especificamente da cidade de Yeongyang, província de Hanaam. Seu hanja pode ser escrito tanto como “天” (céu) ou “千” (mil). Seu ancestral fundador foi Cheon Am (千巖), comandante-chefe e primeiro-ministro durante a dinastia Ming na China.

Mas como esse sobrenome chegou à Coreia? Foi através de Cheon Man-ri (千萬里), comandante-chefe encarregado da defesa e governador-geral que ajudou a Coreia durante a invasão japonesa de Imjin e na revolta de Jeong Yoo. Após a guerra, Cheon Man-ri se naturalizou na Coreia junto com seus dois filhos.

Estima-se que em 2015 havia cerca de 121.927 coreanos com o sobrenome .

12. Pyo ()

Sobrenome coreano Pyo

Pyo Ji-hoon

O sobrenome [piô] tem origem através de Pyo Dae-bak (표대박), um funcionário do Ministério dos Assuntos Civis da dinastia chinesa Zhou que naturalizou-se na Coreia no ano de 960, durante a dinastia Goryeo.

Segundo dados do KOSIS, foram registrados 30.749 coreanos com o sobrenome .

11. Ki ()

Sobrenome coreano Ki

Ki Hui-hyeon

Também creditado como Gi na romanização, esse sobrenome possui vários hanja: 奇, 寄, 箕, 紀. Seu clã é Haengju Gi, uma área localizada na província de Gyeonggi. Em 2015, havia cerca de 29.062 coreanos registrados com o sobrenome [ki]. Seu fundador, Gi U-seong, foi descendente do último rei de Gija Joseon.

10. Ok ()

Sobrenome coreano Ok

Ok Taecyeon

Através do clã Ok de Uiryeong, estima-se que em torno de 25.107 pessoas foram registradas com o sobrenome [ôk], cujo hanja é 玉 e significa “jade”. Acredita-se que esse clã tem como ancestral Ok Jin-seo, um artesão especializado no trabalho com jade, que recebeu o sobrenome 옥. Além disso, Ok Jin-seo foi um dos oito estudiosos enviados da antiga Dinastia Tang, na China, para Goguryeo. No entanto, devido à falta de registros históricos confiáveis, considera-se que durante a dinastia Goryeo, a linhagem dos 옥 foi dividida em duas partes.

Quais desses sobrenomes até agora lhe soam familiares? E você já sabe quais foram os nomes coreanos femininos e masculinos mais populares das últimas décadas?

9. Yook ()

Sobrenome coreano Yook

Yook Sungjae

Este sobrenome é um tanto curioso, não só porque é um sobrenome na China, mas também porque na Coreia do Sul é escrito como [iúk] e na Coreia do Norte é [liúk]. . A origem do nome vem de Yook-hyang, província de Henan, na China. Diferente dos Kims, que possuem vários clãs, os 육 têm apenas um clã. Segundo algumas fontes, o patriarca foi Yook Bo, da província de Zhejiang, China, que foi enviado para o Reino de Silla para ensinar o confucionismo.

Entretanto, devido à falta de registros intermediários, também acredita-se que o fundador da linhagem seja Yook In-dan, que serviu durante o reinado do Rei Chungnyeol de Goryeo e transmitiu sua genealogia até os dias atuais. Estima-se que cerca de 23.455 coreanos foram registrados com este sobrenome em 2015.

8. Bong ()

Sobrenome coreano Bong

Bong Jae-hyun

O sobrenome, que também pode ser escrito como Pong na forma romanizada, em 2015, foi estimado que cerca de 12.959 coreanos foram registrados com este sobrenome. O clã dos [pon] tem como local de origem Haeum, atualmente conhecido como Hajeom-myeon (하점면), em Incheon. Seus hanja são 奉 e 鳳.

7. Boo ()

Sobrenome coreano Boo

Boo Seungkwan

O clã dos [pu] tem como local de origem a Ilha Jeju. Conta-se uma lenda da fundação do Reino de Tamna que o ancestral dos 부 foi Boo Eul-na (부을나), que surgiu na caverna de Mohyeong (모흥혈), ao norte do Monte Halla (한라산). No entanto, de acordo com registros oficiais, o fundador do sobrenome foi Boo Eon-gyeong (부언경), que serviu durante os primeiros anos da dinastia Joseon. De acordo com as estatísticas, havia cerca de 10.604 coreanos com o sobrenome em 2015.

6. Beom ()

Sobrenome coreano Beom

Beom Ga-young

Na Coreia do Sul, o sobrenome [póm] tem origem na cidade de Naju, província de Jeolla do Sul. No entanto, também podemos encontrá-lo na China e no Vietnã. Seu ancestral foi o chinês Beom Seung-jo (范承祖), que serviu na dinastia Yuan. Após casar-se com a Princesa Imperial Qi, ele mudou-se para a Coreia, estabelecendo-se na atual Naju, em Jeolla do Sul. De acordo com as estatísticas, cerca de 3.838 pessoas foram registradas com este sobrenome no censo de 2015.

Reparou que quase todos os sobrenomes coreanos possuem apenas uma sílaba? No entanto, também existem sobrenomes com duas sílabas. É raro, mas acontece! Quer saber quais são esses sobrenomes? Continue lendo…

Quer aprender coreano comigo?

5. Dong ()

Sobrenome coreano Dong

Taeyang (Dong Young-bae)

Acredita-se que o clã [tôn] tenha sido fundado por Dong Zhongshu (董仲舒), da dinastia Han, na China. Seu principal clã é o Gwangcheon Dong (광천 동씨 -廣川 董氏). Considera-se que seus fundadores na Coreia tenham sido Dong Seung-seon e Dong In-seon como seus ancestrais da primeira geração durante a Dinastia Joseon. Em 2015, havia cerca de 5.936 coreanos com o sobrenome 동, de acordo com as estatísticas do KOSIS.

4. Kan () 

Sobrenome coreano Kan

Kan Mi-youn

O clã [kan] tem sua origem na região de Gapyeong, na província de Gyeonggi. Seu fundador foi Kan Yeong-eon (간영언), que serviu durante o reinado do Rei Mokjong, da dinastia Goryeo. Seu descendente foi Kan Gyun (간균), oficial de alto escalão do Gabinete do Secretário no reinado do Rei Uijong, também da dinastia Goryeo. Estima-se que havia cerca de 2.525 pessoas registradas com o sobrenome 간 em 2015.

3. Ong (

Sobrenome coreano Ong

Ong Seong-wu

O sobrenome [ôn] tem sua origem associada à região de Sunchang-gun, na província de Jeolla do Norte. O clã da família Ong de Sunchang ou a família Ong de Okcheon teve como fundador Ong Hee-tae, oficial do Ministério dos Exércitos durante a dinastia Goryeo. Registros apontam que a família 옹 existia desde os tempos dos Três Reinos e suas gerações ocuparam posições de prestígio em altos cargos governamentais e literatura durante a fundação da dinastia Goryeo. Aproximadamente 967 pessoas com o sobrenome 옹 foram registradas pelo censo populacional em 2015.

2. Dokgo (독고)

Sobrenome coreano Dokgo

Personagem Dugu Jia Luo

Diferente da maioria dos sobrenomes, este possui duas sílabas. Com origem chinesa, o sobrenome 독고 [toko] é muito raro tanto na Coreia quanto na China. Muitos dos coreanos que possuem esse sobrenome vivem na Coreia do Norte, localizados perto da fronteira com a China. Durante o século VI, a família 독고 era poderosa e pertencia à aristocracia do noroeste da China, estando ligada às irmãs que foram imperatrizes nas dinastias Zhou do Norte, Sui e Tang.


Há em torno de cinco clãs dos 독고: Namwon (남원), Gwangneung (광릉), Naju (나주), Hwangju (황주) e Uiju (의주). Entretanto, nas últimas décadas, o número de pessoas com esse sobrenome diminuiu consideravelmente. Em 2000, havia cerca de 807 pessoas registradas pelo censo, enquanto em 2015, o número caiu para 502 pessoas.

1. Mangjeol (망절)

Para fechar esta lista, temos o sobrenome 망절 [mandjor], que tem origem japonesa. Seu patriarca foi o fazendeiro de cogumelos Mangjeol Illang (망절일랑), nascido em 1942 em Gyeongsangnam-do, durante a ocupação japonesa na Coreia. Sua mãe era coreana e seu pai japonês. Mangjeol Illang teve duas filhas: Mangjeol Yong e Mangjeol Woong. O fundador da família 망절 viveu até 2012. Seu sobrenome tornou-se público após Mangjeol Illang ter recebido o Prêmio Nonghyup de Cultura e Bem-Estar (농협문화복지대상) em 2008. Estima-se que existam cerca de 8 pessoas com esse raro sobrenome.

Reparou que aparecem hanja diferentes nos sobrenomes? Isso significa que se o sobrenome transliterado em Hangul tem hanja muito diferentes, é porque são sobrenomes diferentes. No caso do 기, por exemplo, 奇 e 寄 são variações do mesmo sobrenome, como Sousa e Souza. Mas, 紀 기, ou 奉 e 鳳, por exemplo, já são outras coisas que não têm nada a ver.

Você já tinha ouvido falar em algum desses sobrenomes? Qual deles você considera o mais diferente? Conte para nós nos comentários abaixo!

Quer aprender coreano e a cultura coreana? Então venha estudar no Coreano Online. Tenha acesso a aulas interativas e ao vivo, materiais didáticos e suporte dos nossos professores para que você possa alcançar seus objetivos de maneira eficiente e divertida. Clique aqui e não perca esta chance de aprender um novo idioma!

Nos siga também nas redes sociais: Instagram, TikTok, Twitter, YouTube e Facebook.